Página Inicial / Notícia / Geral

Santana do Piauí realizada mobilização chamando atenção quanto a proteção de crianças e adolescentes

A ação fez parte da campanha 18 de maio.

31/05/2022 - João Rodrigues

Participantes da carreata / Foto: ASCOM

   

Na manhã desta quinta-feira, 19 de maio, a Prefeitura de Santana do Piauí em parceria com os órgãos da secretaria de Assistência Social, CRAS, CMDCA, Conselho Tutelar e Polícia Militar realizaram uma carreata em Ação ao 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

A mobilização através da carreata teve início às 8:00h percorrendo as localidades de Lagoa Seca, lagoa dos Marcelinos e Barro, fazendo parada nas escolas municipais conscientizando e informando a população sobre a importância da prevenção à violência sexual.

Carreata percorreu localidades rurais

O ato contou com o apoio da secretária de Assistência Social, coordenadores, psicóloga, assistente social, membros do Conselho Tutelar, policiais, servidores municipais e a comunidade escolar.

O Assistente Social do CRAS, Laisson Leal pontuou a importância da temática. “Nós do CRAS, juntamente com os parceiros, buscamos desenvolver atividades e ações que sensibilizem as pessoas na prevenção da violação de direitos. O objetivo principal é conscientizar a população para que todos se engajem nessa luta, que é de responsabilidade de toda sociedade. E principalmente por meio de denúncias aos órgãos competentes”, disse.

A campanha de conscientização teve início nesta segunda-feira 17, e terça-feira (18) na praça São Pedro com barraca informativa e compartilhamento de informações sobre violência sexual.

Segundo a conselheira tutelar, Karoliny Leal, em casos de denúncias de violência sexual a vítima é encaminhada para procedimentos no Serviço de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS). “O Conselho Tutelar junto a vítima leva ao SAMVVIS para que seja realizado os procedimentos médicos, em seguida pode ser feito o boletim de ocorrência, na confirmação de casos a vítima também pode ser encaminhada para as redes de apoio do município.” concluiu.

As denúncias devem ser feitas ao Conselho Tutelar através do contato (89) 9 8817-7113. Ou pelo Disque 100, serviço gratuito que funciona 24h, recebendo as denúncias de violência contra crianças e adolescentes.

 

A proposta da campanha é destacar a data para mobilizar, sensibiliza e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

Fonte: ASCOM