Página Inicial / Notícia / Educação

Jornada Pedagógica de Santana do Piauí trabalha a gestão de sala de aula e o processo educativo

Encontro tem prosseguimento nesta sexta-feira, 11 de fevereiro

14/02/2022 - João Rodrigues

Profissionais da educação participam da Jornada Pedagógica / Foto: Folha Atual

A Jornada Pedagógica de Santana do Piauí iniciou na manhã desta quinta-feira (10), na Unidade Escolar Professor Pascoal Borges. O evento é realizado pela Prefeitura na gestão da prefeita Maria José de Sousa Moura, através da Secretaria Municipal de Educação. Neste ano tem como tema central “Um saber fazer que transforma”.

O evento de preparação para o ano letivo de 2022, em seu primeiro dia foi dividido em dois turnos. Pela manhã, houve credenciamento, mística de acolhida conduzida pelo professor Vitor Leal, seguido pela mensagem da Secretaria de Educação e do Poder Executivo, além do coffee break, e duas palestras.

Em entrevista, a secretária de Educação, Maria Inês, ressaltou que há expectativas para retorno de aulas de forma presencial. A gestora destacou que para isso os cuidados e prevenções contra a disseminação da Covid-19, continuarão sendo adotados.

Maria Inês, secretária de educação

“Estamos iniciando o ano letivo de 2022 com muitas expectativas e esperança por dias melhores porque até aqui o Senhor tem nos ajudado e vai continuar nos ajudando. Viemos de dois anos atípicos onde a educação, acredito que foi muito prejudicada, por conta das aulas remotas e depois aulas hibridas. Nós que fazemos a rede municipal, a nossa preocupação é para a educação voltada para o educando onde ele possa crescer em conhecimento e em saberes. Por conta da nossa realidade nem sempre aula remota vai atingir o nosso público. Então 2022 nós voltamos com esperança de que ela realmente aconteça 100% de forma presencial. Está na vontade de Deus, mas nós cada dia mais nos adaptamos e o nosso alunado já tem uma consciência de que a pandemia ainda existe e a covid ainda é um risco. Com os cuidados de educandos e educadores vamos caminhar de forma presencial”, destacou a secretária.

Maria Inês durante a mensagem de acolhida, também justificou a ausência da prefeita Maria José, explicando que a chefe do Executivo Municipal, está em Teresina buscando recursos para o município.

Maria Inês durante a mensagem da Secretaria de Educação e do Poder Executivo

Palestras

A primeira palestra foi ministrada pelo padre Carlos Danilo que trabalhou o tema “Educar para inspirar”. O sacerdote fez uma reflexão a respeito do significado da palavra Educar. Na abordagem apresentou subtemas referentes ao enunciado como: adquirir conhecimento, transmissão do saber, estimular aptidões no indivíduo, e preparar o cidadão para a vida.

Padre Carlos Danilo

Na reflexão o palestrante ressaltou que educação é o processo de desenvolvimento da capacidade física, mental e moral da criança e também sinônimo de polidez. Outro questionamento foi levantado na palestra: a diferença entre professores e educadores.

“Os educadores são os que promovem tal desenvolvimento. É preciso mais que conhecimento intelectual para tanto; importa haver habilidade para despertar tais capacidades nos estudantes. Já os professores são aqueles que professam, ou seja, professar é dizer publicamente quem somos, no que cremos, porque agimos assim, pelo que esperamos”.

Segundo frisou Carlos Danilo, os professores, são, antes de tudo profissionais que se colocam perante os demais e arriscam suscitar – fazer nascer ou aparecer; criar – nos demais que descubram suas profissões.

A segunda palestra foi ministrada por Maria de Fátima Cosme que trabalhou o tema “Gestão da sala de aula: Construindo caminhos para uma aprendizagem significativa”. Dentro do tema, Fátima pontuou sobre as metodologias ativas que ajudam os professores a gerenciar bem a sua sala de aula. Como exemplo ela destacou que é quando o docente trabalha com aula por rotação de estação e assim os vários grupos têm a oportunidade de passar pelas mesmas atividades.

Palestrante Maria de Fátima Cosme

“Isso oportuniza ao professor descobrir os talentos, em que aquele aluno tem mais habilidade e esse envolvimento com certeza gera uma tranquilidade onde a disciplina da sala de aula, o professor, ele consegue ter isso porque tem o envolvimento de todos os alunos. Outra coisa boa é o relacionamento interpessoal do professor com os alunos, o acolhimento. Então, quando o professor tem essa relação bem aflorada e tranquila com certeza ele vai conseguir gerenciar essa aula com sucesso”, esclarece.

Durante a tarde na Jornada Pedagógica aconteceu as oficinas, ministrada por Fátima Cosme, com docentes da educação infantil e do ensino fundamental (Anos iniciais e finais). A temática “Conexão de saberes para a evolução das práticas pedagógicas” desenvolveu e oportunizou aos docentes a experiência de viverem as metodologias ativas e aula invertida.

Maria Inês, com o professor Vitor e a palestrante Fátima Cosme

A aula invertida conforme explicou, dá a oportunidade ao aluno de pesquisar primeiro o assunto fora da sala e, quando o professor vai estar interagindo sobre esse assunto, o aluno traz sua bagagem e conhecimento. “É bem interessante porque ele já tem conhecimento do assunto inteiro e não vão ficar só ouvindo o professor. Então ele já pesquisou e está por dentro do assunto e a aula fica bastante interessante”, acrescentou.

“A secretaria está tendo privilegio muito grande porque é um tema que requer desafios. Nós sabemos que mesmo os professores tendo bastante conhecimento, é um desafio gerenciar uma sala de aula”, concluiu a palestrante Fátima Cosme.

Programação do 2º dia

A Jornada Pedagógica de Santana do Piauí terá continuidade nesta sexta-feira (11). No segundo dia a programação contará com a Mística de Acolhida às 07h30min. Em seguida, às 08h, acontece a Oficina: BNCC na Prática/Implementação do Currículo do Piauí. Prosseguindo, haverá o coffebreak por volta das 09h20min, além do Planejamento às 10h, e o almoço às 12h. No retorno, à tarde, 13h, o acolhimento. Às 13h20min será ministrada uma palestra pela professora Bruna Barros sobre Ecologia Integral.

Neste ano, a Educação Municipal está com a pré-matrícula do 1º ao 9 ano com aproximadamente 750 alunos. A estimativa é que o número aumente, bem como a Educação para Jovens e Adultos que está em processo de Busca Ativa.

Fonte: cidadesnanet

 

  •