Página Inicial / Notícia / Saúde

Doses pediátricas para Covid devem chegar ao Piauí em até 48 horas, diz Ministério da Saúde

O novo prazo foi confirmado pelo secretário executivo da pasta, Rodrigo Cruz, em coletiva de imprensa nesta manhã.

14/01/2022 - João Rodrigues

/ Foto: Ascom/Sesapi

 

Após o cancelamento do voo da aeronave comercial que traria as cerca de 20 mil doses da vacina pediátrica da Pfizer ao Piauí nesta sexta-feira (14), o Ministério da Saúde afirmou que os imunizantes devem chegar ao estado em até 48 horas. O novo prazo foi confirmado pelo secretário executivo da pasta, Rodrigo Cruz, em coletiva de imprensa nesta manhã. 

“O Ministério da Saúde tem feito todo um esforço para disponibilizar as vacinas o mais rápido possível. Se, eventualmente, algum estado não recebeu na data ou horário previamente programados foi por algo que fugiu ao controle do Ministério. Mesmo assim, os estados receberão, com essa expectativa: em 48 horas desde a chegada das vacinas”, frisou Cruz.

De acordo com comunicado da Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi), o cancelamento do voo com o lote de vacinas para crianças de 5 a 11 anos de idade se deu em virtude de tripulantes da aeronave terem testado positivo para a Covid-19. Em todo o país, mais de mil viagens aéreas foram suspensas por conta do risco de transmissão pela variante ômicron.  

Mesmo com o atraso na chegada dos imunizantes, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina já programou para a próxima segunda-feira (11) o agendamento da vacinação contra a Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos de idade que tenham comorbidades ou algum tipo de deficiência permanente, mas ressaltou que o início da campanha está condicionado ao recebimento das doses.

Ao menos 13 estados já haviam recebido as doses pediátricas do imunizante até o começo desta tarde, entre eles, Amazonas, Maranhão, Rondônia, Tocantins e Pará. São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Paraíba, Ceará, Pernambuco e Minas Gerais também já receberam a carga. 

A remessa, composta por 1,2 milhão de doses, pousou na madrugada da última quinta-feira (13) no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Segundo o secretário executivo, mudanças na logística dos voos não afetarão o início da vacinação pediátrica que estava previsto para janeiro.
 
Cruz informou ainda que enviou um ofício às unidades federativas comunicando a liberação do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS). Dessa forma, as vacinas já estão aptas a serem aplicadas.

O Ministério da Saúde também anunciou que conseguiu antecipar junto à Pfizer um novo lote com 1,2 milhão de doses de vacinas pediátricas contra a Covid-19. A previsão é que a nova remessa chegue ao Brasil no domingo (16), para dar continuidade à imunização de crianças entre 5 e 11 anos. Até o dia 27 de janeiro, outro lote com 1,8 milhão de doses de vacinas também deve desembarcar no país.

Fonte: Cidade Verde, Com informações do Ministério da Saúde