Página Inicial / Notícia / Geral

Vigilância Sanitária de Santana intensifica trabalho e atua para evitar aglomerações na prevenção à Covid-19

Fiscais da Vigilância tem realizado rondas na cidade.

22/07/2020 - João Rodrigues

Aniversário de 26 anos de emancipação política de Santana do Piauí em 2018 / Foto: IK Drones

Por Paula Monise

Neste período de isolamento social e de combate à Covid-19, a Prefeitura de Santana do Piauí através da Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária tem atuado de forma intensa para evitar a disseminação do novo vírus no município.

Em meio às ações preventivas, o trabalho das rondas realizado com o objetivo de evitar aglomerações é uma prática constante, que nem sempre é compreendida pela população.

No último final de semana, fiscais da Vigilância Sanitária estiveram a postos buscando interceptar pontos de aglomerações. As intervenções foram realizadas em bares e similares.

O colaborador da Vigilância Sanitária de Santana do Piauí, Felipe Leal, destacou como tem sido desenvolvido o trabalho e reforçou a necessidade de maior conscientização das pessoas para que não se aglomerem.

“Desde o início da pandemia temos realizado as rondas da Vigilância. Sabemos do nosso papel e temos atuado de forma ética, responsável, no nosso município. Assim, uma das nossas ações preventivas tem sido evitar aglomerações que ainda estão ocorrendo. A nossa população precisa se conscientizar do quão fundamental é o distanciamento social, que devemos evitar espaços com muitas pessoas, assim estaremos menos vulneráveis a ser contaminados pelo novo vírus”, explicou Felipe Leal.

Felipe Leal

Conscientização

Diante da reabertura gradual das atividades econômicas em Santana do Piauí, a Vigilância Sanitária tem orientado os proprietários de estabelecimentos comerciais sobre as medidas de prevenção que devem ser adotadas.

Em se tratando dos proprietários de bares e clubes, uma reunião foi realizada no dia 11 de julho para que os mesmos fossem informados sobre como ocorreria o processo de reabertura iniciado em 01 de julho.

Entre as medidas, estão que os bares funcionarão de quarta-feira à sábado (quando não existindo decretos estaduais que impeçam a abertura nos finais de semana) no horário de 12h às 20h. Os mesmos só poderão comportar 50% do público, evitando aglomerações que fujam do controle.

Reunião realizada com proprietários de bares e clubes

Além disso, as pessoas que frequentam os bares devem estar utilizando máscara. As mesas devem respeitar o distanciamento social de 1,5 à 2 metros e no espaço deve ser disponibilizado álcool em gel ou outro meio para higienização das mãos. Está proibido o uso de som automotivo.

“A reunião foi um espaço de muita interação, onde repassamos informações importantes sobre como seria o processo de reabertura dos bares. Entendemos que o momento é delicado e essa iniciativa está sendo tomada de forma segura, ao passo que percebemos que os proprietários de bares não cumprirem as orientações poderemos adotar novas medidas, suspendendo até mesmo a reabertura”, concluiu Felipe Leal.

Fonte: ASCOM