Página Inicial / Notícia / Cultura

SANTANA: Preto Massa realiza noite cultural em alusão ao dia da Consciência Negra; veja!

O evento aconteceu na noite desta Sexta-Feira (22/11), na praça São Pedro, centro de Santana do Piauí, reunindo inúmeras pessoas.

23/11/2019 - João Rodrigues

Preto Massa / Foto: João Rodrigues

Com o tema: “O Corpo como Expressão da Negritude”, o projeto Preto Massa realizou mais uma noite cultural em alusão ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. A data foi criada pelo projeto de lei Nº 10.639/03, e lembra 20 de novembro de 1695, dia da morte de Zumbi dos Palmares, líder da resistência negra e da luta pela liberdade.

O evento aconteceu na noite desta Sexta-Feira (22/11), na praça São Pedro, centro de Santana do Piauí, reunindo inúmeras pessoas.

A noite cultural do Preto Massa teve o apoio logístico da prefeitura municipal de Santana do Piauí, administrada pela prefeita Maria José, através das secretarias de Assistência Social, Obras, Agricultura e Saúde. E ainda da Polícia Militar.

A prefeita Maria José (Progressistas) e o presidente do poder Legislativo, Antônio de Hercília (MDB), prestigiaram o evento

O evento contou com apresentações do bailarino e coreógrafo santanense Rony Sousa, integrante do balé Rellevê, Grupo Preto Massa Oficial, Grupo de Percussão Fanfarra, Grupo Swing e Sai, Frees Tep e Grupo de capoeira Palmares.

Bailarino e coreógrafo Rony Sousa

A noite cultural também contou com o professor de História do Brasil e da África, Mairton Celestino.

O educador adjunto da Universidade Federal do Piauí, campus de Picos, abordou o negro no contexto social e cultural, com ênfase nas cotas dentro do sistema público educacional.

Professor Mairton Celestino (UFPI)

O teresinense Mairton Celestino é licenciado em História pela Universidade Federal do Piauí, mestre em História pela Universidade Federal da Bahia, e Doutor em História pela Universidade Federal de Pernambuco.  Atualmente coordena o Núcleo de Pesquisa e Documentação em História e o Núcleo de Pesquisa em Africanidade e Afrodescendência, e ainda desenvolve pesquisas sobreo os estados do Piauí e Maranhão durante os séculos XVIII e XIX.

De acordo com acadêmica de História, Leonora Silva, idealizadora do Preto Massa, o grupo surgiu há seis anos e desde então trabalha a temática da negritude em Santana do Piauí.

Leonora Silva

“Nosso objetivo é conscientizar a população sobre o papel do negro na formação do povo brasileiro, com ênfase em sua influência na população local, e combater o preconceito racial em todas as suas faces”, destacou Leonora.

Secretária de Assistência Social, Tarciana Bernardes, e o professor Mairton Celestino

Veja mais  imagens: