Página Inicial / Notícia / Cultura

Festa homenageia vaqueiro com missa, cavalgada e show cultural em Santana do Piauí

Evento reuniu centenas de pessoas ao longo de toda a programação.

30/09/2019 - João Rodrigues

/ Foto:

Por Paula Monise

Às 6h da manhã deste domingo (29 de setembro), ainda no raiar do sol, o chocalho, o gibão, o chapéu, começaram a dar um colorido especial na cidade de Santana do Piauí. Os cavalos que assinalavam as ruas santanenses com pegadas carregavam no seu lombo, o “Rei do Sertão”, a figura da cultura nordestina: o vaqueiro. Nessa passada temporal, as dezenas de cavaleiros marchavam em ritmo acelerado para a Festa do Vaqueiro 2019, evento organizado pela Prefeitura Municipal em parceria com a Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Os vaqueiros santanenses, os amantes da vaquejada vindos de outras regiões – Lagoa dos Félix, Junco dos Monteiros, Bocolô, Queimada da Ema, Lagoa Seca, Lagoa dos Marcelinos, São José do Piauí, Ipiranga, Santa Cruz do Piauí, Picos-Pi e Malhada Redonda, logo realizaram a sua primeira parada: a Igreja de São Pedro, coração da cidade, para o momento de fé, adoração, para agradecer a Mãe Maria e ao seu filho Jesus pela proteção.

No templo religioso, o sino, as vozes que soavam uma sinfonia perfeita, as apresentações preparadas para a celebração eucarística, emocionaram os presentes. A Santa Missa presidida pelo Pe. José Mairton, fez referência ao vaqueiro profeta Amós, um exímio cuidador do rebanho.

“O profeta Amós vivia da roça, vivia de cuidar do seu rebanho, de cuidar da sua rocinha. Por isso, sendo uma pessoa do meio rural, ele denuncia aqueles que vivem às custas dos pobres. Esse é um momento de celebração, de reconhecimento aos vaqueiros. Eles que passam a vida correndo atrás do gado, em vaquejadas, nós vivemos também em eterna correria, em que caminhamos para a Casa do Pai”, explicou o Pe. José Mairton.

Além da reflexão, vários momentos foram reservados para a homenagem dos vaqueiros. A Bíblia Sagrada foi carregada pelas mãos que seguram forte a corda, que carregam as marcas históricas do homem do Sertão. Outro momento foi também reservado para render graças a Nossa Senhora Aparecida, mãe e protetora do povo sertanejo.

Os aboios feitos na Igreja de São Pedro por Chico da Luz, Antônio Neto, Assis Vaqueiro e Joseano Aboaidor, trouxeram em versos a memória dos vaqueiros santanenses que já partiram para o plano celestial. O momento emocionante tirou lágrimas dos fiéis.

Quem acompanhava tudo de perto, com forte emoção por ser filha de vaqueiro, foi a prefeita de Santana do Piauí, Maria José de Sousa Moura. Em suas palavras, na Igreja Sagrada, a gestora agradeceu a todas as equipes envolvidas no evento, bem como a população e visitantes que se fizeram presentes na celebração religiosa.

“Agradecemos à todos que estão presentes e aos que participarão das atividades alusivas da festa do vaqueiro. É um momento de glorificar os vaqueiros e dá a Deus todas as honras e glórias que eles merecem. Estamos aqui também para homenagear um grande incentivador dessa cultura que foi nosso irmão Chico Borges. Meus agradecimentos ao padre Mairton por esse momento de espiritualidade e toda a equipe litúrgica; aos secretários municipais e através deles aos servidores que estiveram preparando estes momentos. Agradeço aos vereadores, à Policia Militar, às lideranças políticas de nossas comunidades, ao Neli, Gelson e Deca Cosme pelo carinho e, de modo bem especial, à todos os vaqueiros da nossa região porque fazer memória ao vaqueiro é fazer memória da nossa região e de todas as localidades e regiões. Meus agradecimentos aos nossos aboiadores”, frisou a prefeita Maria José.

Hora de recarregar as “baterias” para a Cavalgada

Depois da oração, é hora de seguir para o café da manhã. Os vaqueiros dessa vez, deixaram por pouco tempo o assento do cavalo, e a pé foram recarregar as “baterias”.

Os vaqueiros que vestiam camisa branca, entregues pela Prefeitura de Santana do Piauí, formaram um grande cordão da paz.

No café farto como eles necessitavam para a cavalgada longa no sol forte até a comunidade Barro, tinha de tudo: cuscuz, bolo, ovos, sucos, pães, leite, café, entre outros alimentos.

É hora de cavalgar!

Após a refeição é hora dos vaqueiros estarem mais uma vez ao lado do seu amigo inseparável, o cavalo. Em cavalgada, com a participação de mais de 200 vaqueiros, os homens e mulheres saíram pelas principais ruas santanenses e pelas comunidades de Lagoa Seca, Lagoa dos Marcelinos e Barro. A cavalgada foi seguida da passeata de carros e motos.

No trajeto, a população acompanhava tudo da calçada, acenava em gesto de reconhecimento aos vaqueiros. Em outros pontos, vaqueiros que devido à idade tiveram que abandonar o ofício também foram homenageados com aboios.

Vaqueiro Mariano, um dos mais antigos de Santana do Piauí

A Cavalgada chegou ao fim na comunidade Barro, na residência de Deca Cosme e Gelson Brito, onde foi servido o almoço comunitário. Na ocasião, mais aboio foi dedicado ao público pelos artistas Chico da Luz, Antônio Neto, Assis Vaqueiro e Joseano Aboaidor, além do sorteio de brindes para a vaqueirama avaliados em mais de R$1.000,00 (um mil reais) e o bingo de um cavalo.

Encerrando a Festa do Vaqueiro 2019 teve o show cultural com Karlla Thalyta.

Quem esteve presente avaliou positivamente a Festa

O secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Francisco de Moura Sobrinho, o Netinho, destacou que a Festa do Vaqueiro entrou definitivamente para o calendário de eventos do município como forma de valorizar a cultura do vaqueiro.

“Quero aqui revelar a grande alegria que estou sentindo hoje aqui pela participação maciça da vaqueiram da região. É uma festa bem participativa e dizer que não tenho dúvida que estamos resgatando a cultura da nossa gente. Estou muito alegre em estar juntamente com a prefeita Maria José e muitos outros apoiadores por realizarmos essa festa”, disse o secretário.

Secretário Netinho (lado direito da imagem)

Quem veio de longe para participar da festa, o Tico Vaqueiro, parabenizou a organização do evento pelo sucesso da Festa do Vaqueiro.

“Agradeço a prefeita Maria José que apoiou e patrocinou carro para gente vir para esta festa. Hoje pude ver que a vaqueirama veio em peso. Graças a Deus mostrou que foi e é a maior festa de vaqueiro da cidade de Santana do Piauí. Quero agradecer a todos os vaqueiros que vieram de Santa Cruz, ao nosso secretário de Agricultura Netinho, ao empresário Neli que sempre me apoiou nas festas. Aos nosso amigos Edivaldo Leal, Chico da Luz, Antonio Neto, Josean Aboiador”, agradeceu Tico Vaqueiro.

Chico da Luz, poeta aboiador, cantou vários aboios durante o evento e ressaltou a importância da valorização da cultura nordestina através da Festa do Vaqueiro.

 “É um momento de grande alegria e faz com que a gente leve a vaquejada até o vaqueiro. Sabemos que a Cavalgada e Vaquejada é um dos eventos que o vaqueiro mais gosta na vida. Me sinto feliz e gosto de ser feliz e dividir minha felicidade com amigos da classe vaqueira. O vaqueiro é um herói e admiro muito porque sou de origem vaqueira. Deus me deu este dom cantar vaquejadas e assim sou feliz em dividir ela com meus irmãos vaqueiros. Cheguei aqui hoje e tive o prazer em encontrar com outros colegas, Antônio Neto, Josean, Edivaldo Leal […] em uma festa como essa até quem não é aboiador tem vontade de ser. Agradecemos a Deus e digo que Santana está de parabéns porque é uma região de muitos vaqueiros e está se destacando cada vez mais. Sou muito grato por ser convidado para cantar aqui em Santana e todas as regiões. Venho me destacando no mundo da vaquejada aqui no Piauí, Maranhão e outros estados. Com fé em Deus essa cultura nós vamos carregar com talento e firmeza para que o povo não desista dela porque merece ser levada ao conhecimento do povo”, declarou Chico da Luz.

Gelson Brito grande incentivador da cavalgada e membro da organização, parabenizou e agradeceu a prefeita Maria José pela promoção do evento.

“Muito obrigado à prefeita Maria José. Aos vaqueiros e sua turma que vieram. Aos nossos amigos Valdivino e Gonçalo. Muito obrigado à todos que apoiaram. Ao Deuzimar, Naldão, Neli Borges, Pedim e Diego Veículos. À todos vocês que estão aqui. Muito Obrigado!”, agradeceu Gelson Brito.

Realização e apoiadores

A Festa do Vaqueiro 2019 é uma realização da Prefeitura de Santana do Piauí e da Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos. A mesma contou com apoio da prefeita Maria José, dos deputados estaduais Nerinho, Pablo Santos e Severo Neto, do líder político do município Neli Borges, empresários, lideranças políticas locais, amantes da vaquejada entre outros.

VEJA MAIS FOTOS!

Fonte: ASCOM