Página Inicial / Notícia / Saúde

Criadores santanenses tem prazo de imunização bovina contra a Aftosa prorrogado

A 1ª etapa de vacinação contra a febre Aftosa 2019 foi prorrogada pelo Governo do Estado do Piauí, através da Agência de Defesa Agropecuária (Adapi).

07/06/2019 - João Rodrigues

/ Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

A 1ª etapa de vacinação contra a Febre Aftosa 2019 foi prorrogada pelo Governo do Estado do Piauí, através da Agência de Defesa Agropecuária (Adapi).

O calendário de vacinação de bois e búfalos, que originalmente era de 1º a 31 de Maio, para compra da vacina, e de 1º de Maio a 15 de Junho para certificação de imunização, foi prorrogado até 15 de junho para vacinação, e 30 de Junho para certificação.

Com a prorrogação os criadores santanenses, que ainda não imunizaram seu rebanho bovino, ganharam mais tempo para efetivarem a vacinação. Alerta o Técnico Agropecuário da Agência de Defesa Agropecuária de Estado do Piauí (ADAPI), em Santana do Piauí, Geraldo Rodrigues.

Segundo Geraldo Rodrigues, nesta 1ª etapa de vacinação devem ser imunizados todos os bovinos, independente de sexo ou idade do animal.

Para mais informações os criadores devem procurar o escritório da ADAPI, localizado no prédio da Secretaria de Agricultura de Santana do Piauí.

A febre aftosa é uma infecção que, dentre outros sintomas, apresenta estado febril e perda de apetite. Além de aftas e feridas.

A doença afeta a produção de leite, além de prejudicar o crescimento e a engorda. A mortalidade em decorrência da febre aftosa é alta e a infecção é transmitida facilmente.

Geraldo Rodrigues finaliza alertando que o criador que deixar de vacinar ou certificar o rebanho poderá ser penalizado.

A campanha de vacinação contra a Aftosa acontece em todo o Brasil.